terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Falecimento da poetisa sanjoanense Rosa Maria


Faleceu a poetisa sanjanense Rosa Maria, artista e mulher, que transportava sempre consigo mensagens de flores, árvores de amarelas mimosas, paisagens de sonho, a quietude dos ocasos terrestres polvilhada com a sua poesia.
Em sua homenagem a equipa da biblioteca recorda este seu poema:

Deixa-me repousar

Deixa-me repousar
Em ti...
Que os meus sonhos
Vivam, para pensar
Que não morri...
Deixa-me sentir
Tudo o que minh'alma sente.
Como o pão nosso de cada dia,
Não posso mais pedir.
Necessito estar presente...
Deixa-me acreditar
Que é verdade...
O tempo vai passando,
E neste meu sonhar
Acordo com felicidade!
Deixa-me repousar
Em ti...


Rosa Maria
In "A magia do sentir" p. 54 
(disponível no Fundo Local)


Rosa Maria de Oliveira Silva Lobo Ribeiro nasceu em Lisboa. Desde 1962 passou a viver em S. João da Madeira. Foi em 1986 que retomou o seu hobby preferido – a pintura – a qual conjugou com a poesia. A textura para a sua pintura inicialmente foi o guache e mais tarde optou por o acrílico e óleo.
Os temas eram o bucólico da natureza que iam ao encontro do seu sentir.
Em 1995 publicou o seu primeiro livro de poesia “Estados de alma”, em 1998 “Ecos do coração”, e em 2005 “A magia do sentir”.
Foi colaboradora no semanário “O Regional” e também no jornal da paróquia “O restaurar”.
Participou em exposições desde 1992 em vários hotéis, nomeadamente, em Oliveira de Azeméis, Espinho, Gaia, S. João da Madeira e Porto. Também em bibliotecas, Câmara Municipal e Salão dos Bombeiros.
Em Janeiro de 2012 expôs na Biblioteca Municipal pela terceira vez, tendo doado à instituição uma das suas produções artísticas "Chapéu astral" acompanhado de um poema sobre o tema.

Sem comentários: